Embarques de café torrado e moído avançaram 41,1% no primeiro bimestre

Estados Unidos e países latinos são os principais compradores do produto brasileiro

As exportações de café torrado e moído cresceram 41,1% em faturamento e 21,7% em volume no primeiro bimestre do ano, em relação ao mesmo período de 2015. Os dados são do Informe Estatístico do Café, publicado mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

 

Os principais importadores do grão torrado e moído são os Estados Unidos e países da América do Sul, como Bolívia, Uruguai, Paraguai, Chile e Argentina. De acordo com a publicação, a quantidade total exportada (verde, solúvel, torrado e moído, outros extratos e casca e películas) nestes dois primeiros meses do ano é igual ao do mesmo período de 2015, de 5,76 milhões de sacas, o equivalente a US$ 851,1 milhões.

 

Importadores

Os tradicionais importadores do café brasileiro se mantiveram no período estudado: EUA, Alemanha, Itália, Japão e Bélgica. Os números estimados para a nova safra (50,5 milhões de sacas, conforme a Conab) recuperam a participação do Brasil na produção mundial, passando de 30,1% para 35,2%.

 

Além dos dados de produção, o Informe Estatístico do Café, traz números da área plantada, produtividade, consumo interno, estoques públicos e privados, preços e o ranking de produção e consumo mundiais.

 

Deixe seu comentário

Leia mais