Emater apoia instalação de agroindústria de embutidos no Rio Grande do Sul

O sonho da família Bin, do interior de Porto Mauá, está cada vez mais perto de se tornar realidade

O sonho de instalar e consolidar a agroindústria de embutidos está cada vez mais próximo para a família Bin, no interior de Porto Mauá. Nesta semana, foi assinado e enviado ao Badesul o contrato do produtor Edoardo Luis Bin, beneficiário de recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper Agroindústria Familiar), oriundo do Processo de Participativo de Consulta Popular (PPC), de 2014/2015.

 

Com o valor de R$ 22.494,25, o produtor pretende adquirir os equipamentos necessários para a instalação e funcionamento da agroindústria. O recurso terá subvenção de 80% e o produtor dará a contrapartida de 20%, com um ano de carência em quatro parcelas anuais.  “Essa será a primeira agroindústria de produtos de origem animal a se concretizar no município, possibilitando a agregação de valor e incremento à geração de renda da família do beneficiário”, diz Germano T. Büttow, extensionista da Emater/RS-Ascar, Instituição de Assistência Técnica que auxiliou na elaboração do projeto de crédito da agroindústria.

 

A conquista é resultado do empenho e mobilização da família Bin, da Administração Municipal, Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente e Emater/RS-Ascar, desde a votação do orçamento até a elaboração dos projetos e a concretização do uso deste recurso.

 

A extensionista de Bem-Estar Social da Emater/RS-Ascar, Leni Froelich, destaca que a agroindústria será muito importante para o município de Porto Mauá, tanto pelo pioneirismo de empreendimentos dessa natureza, como pela questão de segurança alimentar, produzindo alimentos de qualidade e de confiança para a população.

 

Deixe seu comentário

Leia mais