Em fase de recuperação, vendas de fertilizantes têm redução de 5,9%

Foram comercializadas 3,77 milhões de toneladas no mês de setembro, queda de 3,6% em comparação com 2014

A entrega de fertilizantes ao consumidor final ficou em 3.774.181 milhões de toneladas durante setembro de 2015. O número é 3,6% menor do que os 3.914.292 registrados no mesmo mês do ano anterior. De acordo com um levantamento divulgado pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), a redução foi de 5,9%, entre janeiro e setembro, quando comparada com 2014.

Até o nono mês deste ano, as vendas finais registraram 22,3 milhões de toneladas, enquanto a soma do mesmo período de 2014 foi de 23,7 milhões de toneladas. Apesar da redução, que é reflexo da alta do dólar, os resultados confirmam o cenário de recuperação do setor, já que no primeiro semestre a queda registrada nas vendas foi de 9,6%.

Entre os Estados brasileiros, o Mato Grosso segue como principal vendedor de adubo, com 4,4 milhões de toneladas no acumulado de 2015. Na sequência, aparece o Paraná, com 3 milhões de toneladas e o Rio Grande do Sul, com 2,6 milhões de toneladas.

Já na produção nacional de fertilizantes houve crescimento de 3,2% no acumulado do ano. Entre janeiro e setembro de 2015, foram produzidas 6,7 milhões de toneladas do produto, contra as 6,5 milhões de toneladas do mesmo período do ano passado.

 

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais