DATA: 21/10/2015

Em fase de recuperação, vendas de fertilizantes têm redução de 5,9%

Foram comercializadas 3,77 milhões de toneladas no mês de setembro, queda de 3,6% em comparação com 2014

A entrega de fertilizantes ao consumidor final ficou em 3.774.181 milhões de toneladas durante setembro de 2015. O número é 3,6% menor do que os 3.914.292 registrados no mesmo mês do ano anterior. De acordo com um levantamento divulgado pela Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), a redução foi de 5,9%, entre janeiro e setembro, quando comparada com 2014.

Até o nono mês deste ano, as vendas finais registraram 22,3 milhões de toneladas, enquanto a soma do mesmo período de 2014 foi de 23,7 milhões de toneladas. Apesar da redução, que é reflexo da alta do dólar, os resultados confirmam o cenário de recuperação do setor, já que no primeiro semestre a queda registrada nas vendas foi de 9,6%.

Entre os Estados brasileiros, o Mato Grosso segue como principal vendedor de adubo, com 4,4 milhões de toneladas no acumulado de 2015. Na sequência, aparece o Paraná, com 3 milhões de toneladas e o Rio Grande do Sul, com 2,6 milhões de toneladas.

Já na produção nacional de fertilizantes houve crescimento de 3,2% no acumulado do ano. Entre janeiro e setembro de 2015, foram produzidas 6,7 milhões de toneladas do produto, contra as 6,5 milhões de toneladas do mesmo período do ano passado.

 

 

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais