Soja
DATA: 21/10/2015

Efeitos do El Niño favorecem plantio da soja no Mato Grosso do Sul

O Estado atingiu 28% da área plantada, conforme informações do último levantamento do Siga

Chuvas bem distribuídas, regulares e na quantia certa, características do fenômeno El Niño que marcam a primavera em Mato Grosso do Sul e aceleram o plantio da safra 2015/2016 de soja. O Estado atingiu essa semana 28% da área plantada, conforme informações do último levantamento do Siga – Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio, ferramenta de monitoramento da Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja de MS.

Um cenário que difere do ciclo anterior, quando no mesmo período, em razão da estiagem no início da semeadura, o plantio registrava apenas 5,6%. “Nem atrasados, nem adiantados, estamos com o plantio dentro da normalidade. Quem ainda não plantou, está na expectativa de chuva moderada. E quem já fez a semeadura, precisa de clima mais ameno para o desenvolvimento da planta”, explica o analista de grãos da Aprosoja/MS, Leonardo Carlotto.

A região Sul está mais adiantada e aparece com 34% do plantio, já a parte Norte do Estado registra 11% da área plantada. O clima ajudou e alguns municípios se adiantaram com a semeadura, como é o caso de Aral Moreira (80%), Amambai (65%) e Laguna Caarapã (60%).

Na estimativa da Aprosoja/MS, o estado deve produzir 7,2 milhões de toneladas de soja na safra 2015/2016. “No geral, as lavouras plantadas estão bem nascidas, com boa evolução e baixo aparecimento de plantas daninhas. Com ajuda do clima e o manejo do agricultor, não teremos problema com pragas e doenças”, explica o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto.

Com informações da Aprosoja-MS.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.