DATA: 09/02/2016

Dicas para não errar com a nota fiscal do produtor

A Ceagesp está distribuindo material com orientações sobre o preenchimento correto do documento

Alguns processos burocráticos são extremamente importantes para o bom andamento dos negócios. Em meio a isso, o preenchimento correto da nota fiscal do produtor é fundamental para o controle dos produtos fornecidos pelos produtores rurais aos comerciantes.

 

De acordo com a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), a nota fiscal é usada nos entrepostos  para o registro de informações como origem, quantidade e variedade dos produtos, mas ainda causa alguns problemas. Com o objetivo de diminuir os erros identificados, a Ceagesp lançou uma cartilha com orientações sobre o documento. Veja a seguir o que você precisa saber sobre a nota fiscal do produtor.

 

1 – Você sabia que a nota fiscal do produtor é obrigatória?

Sim, a nota fiscal do produtor é obrigatória. Sem o documento em mãos, os produtos não passam pelas portarias dos entrepostos. Segundo a Ceagesp, a medida evita a comercialização clandestina.

 

2 – O preenchimento incorreto é um problema

Não colocar as informações corretas na nota fiscal pode resultar em caminhões e produtos barrados. De acordo com a Companhia, os problemas mais comuns em relação ao preenchimento são: registros ilegíveis, má conservação do documento e informações incompatíveis com a carga.

 

3 – Saiba como entregar a nota fiscal sem erros

Com o objetivo de ajudar os produtores a preencher o documento da forma correta, foi lançada uma cartilha educativa que faz parte do Programa de Valorização da Nota Fiscal de Produtor da Ceagesp. O material apresenta um modelo da nota fiscal e oferece dicas sobre como colocar as informações. A cartilha também contém uma seção com as dúvidas mais frequentes em relação ao documento.

 

Os primeiros 15 mil exemplares já estão em distribuição gratuita nas portarias do Entreposto Terminal São Paulo (ETSP). As prefeituras do Estado de São Paulo que mais enviam mercadorias para a central de abastecimento da capital, organizações governamentais de assistência técnica e de produtores receberão a publicação pelo correio. Outros interessados podem solicitar o material pelo e-mail cqh@ceagesp.gov.br ou pelo telefone (11) 3643-3890.

 

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais