DATA: 14/01/2016

Expansão do cultivo de abacaxi gera renda para agricultura familiar gaúcha

Em Porto Xavier, a colheita da fruta acontece com mais intensidade em janeiro e segue até o mês de maio

Em Porto Xavier (RS), produtores estão se dedicando à colheita do abacaxi, que acontece com mais intensidade em janeiro e segue até o mês de maio. Segundo o assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar de produção vegetal, Gilmar Francisco Vione, a cultura do abacaxi aos poucos está se expandindo na região, tornando-se uma boa alternativa de geração de renda em áreas de microclimas que não têm grandes problemas com geadas. Atualmente, na região são cultivados de forma comercial 21 hectares da fruta, envolvendo 52 famílias de pequenos agricultores.

 

As famílias Bratz e Dieminger, de Linha São Carlos, dedicam cinco hectares para o cultivo da fruta, sendo que devem ser colhidas cerca de 100 mil unidades só na metade da área que está em produção. Os preços obtidos pelos abacaxis variam entre R$ 2,50 e R$ 3,30 a unidade, a depender do tamanho da fruta. A colheita na propriedade dessas famílias recebeu o apoio do engenheiro agrônomo do escritório municipal da Emater/RS-Ascar, Odair José Puhl, e pelo assistente técnico regional de Sistemas de Produção Vegetal, engenheiro agrônomo Gilmar Francisco Vione.

 

A comercialização vem acontecendo principalmente em supermercados do município e da região, em especial nos municípios de Santo Cristo, Santa Rosa e Santo Ângelo, além da venda direta para consumidores na propriedade ou nas ruas de Porto Xavier.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.