Cultivares TMG para áreas de várzea chamam a atenção do produtor

As três cultivares contam com o benefício da Tecnologia Inox®, com resistência à ferrugem da soja, e apresentam alto potencial produtivo

O plantio de soja em áreas de várzea ocupa hoje, no Rio Grande do Sul, cerca de 330 mil hectares em quatro grandes regiões (da Campanha, da Fronteira Oeste, Costa Doce e Região Central), conforme levantamento do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA). Os agricultores gaúchos cultivam o grão em sistema de rotação de cultura com o arroz irrigado, em áreas baixas que em períodos de excesso hídrico costumam alagar, como nesta safra. Para atender a demanda de produção de soja em áreas de várzea, a Tropical Melhoramento & Genética (TMG) tem em seu portfólio três cultivares que se adaptam a essa condição, a TMG 7161RR, TMG 7062IPRO e TMG 7363RR.

 

As três cultivares contam com o benefício da Tecnologia Inox®, com resistência à ferrugem da soja, e apresentam alto potencial produtivo. A TMG 7161RR é a principal cultivar com essas características, pois apresenta excelente desempenho em solos encharcados, além de resistência à Fitóftora da raça 1 e moderada resistência a Nematoide das galhas. “É uma cultivar com bom potencial produtivo, sistema radicular agressivo, boa tolerância ao stress hídrico e recomendada para solos de média fertilidade”, explica Felipe Carlotto, consultor de Desenvolvido de Mercado da TMG no Rio Grande do Sul.

 

Lançada na Expodireto em 2015, a TMG 7062IPRO é outra boa opção, melhor adaptada em áreas de várzea drenada. A cultivar faz parte do seleto grupo de apenas cinco cultivares no mundo com a junção da Tecnologia Inox® com a Tecnologia Intacta RR2 PRO™, esta última de resistência às lagartas e ao glifosato. Já a TMG 7363RR se adapta bem em solos com a rotação lavoura-pecuária e também em solos encharcados. O consultor destaca que a cultivar tem grande estabilidade de produção e conta com o benefício da resistência ao Nematoide de cisto da raça 3.

 

Todas as informações sobre as cultivares para solos encharcados estão disponíveis ao produtor rural que visita a 17ª Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS), que acontece até esta sexta-feira (11). No estande da empresa é possível conferir as áreas demonstrativas das cultivares e esclarecer dúvidas com a equipe de Desenvolvimento de Mercado do Sul do Brasil.

 

Empresa – A TMG é uma empresa brasileira de melhoramento genético de soja e algodão com sede em Cambé (PR). É focada em desenvolver cultivares produtivas, dotadas de tecnologias que facilitam o dia a dia no campo, proporcionando maior segurança e rentabilidade ao produtor rural. É líder de mercado de soja no cerrado brasileiro e no Sul do Brasil cresceu quatro vezes em relação à safra 2014/15. No mercado de algodão nacional sua participação aumentou duas vezes com relação à safra 2013/14.

 

Deixe seu comentário