Ovos

Crescem exportações brasileiras de ovos frescos para o Japão

Nos dois primeiros meses deste ano, os japoneses importaram 805 toneladas do produto, sendo 680 toneladas do Brasil

O Brasil é o maior fornecedor de ovos frescos para o Japão. Nos dois primeiros meses deste ano, os japoneses importaram 805 toneladas do produto, sendo 680 toneladas do Brasil. Isso corresponde a 84,6% do volume total. A receita foi de US$ 1,084 milhão.

 

Em 2015, o Brasil foi, pela primeira vez, o principal fornecedor de ovos aos japoneses, com 530 toneladas, o equivalente a 35% do total das importações.
De acordo com o adido agrícola no Japão, Marcelo Mota, o crescimento nas vendas externas ocorreu após a definição de um modelo de certificado sanitário para amparar às exportações dos produtos, acordada em agosto de 2015.

 

A certificação sanitária brasileira é baseada no fato do país ter plantéis comerciais livres de enfermidades avícolas importantes para o setor, como influenza aviária e doença de Newcastle.

 

Segundo Mota, os bons números mostram a possibilidade de abertura e expansão de mercado para produtos do agronegócio brasileiro não tradicionalmente presentes na pauta de exportação. “A diversificação, associado à qualidade e preço competitivo do produto nacional, deve ser levada em conta para ampliar a variedade de produtos de acesso a mercados de alto rendimento”, disse.

 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção brasileira de ovos de galinha foi de 2,92 bilhões de dúzias em 2015 e cresceu 3,5% comparada a 2014.

 

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais