Café

Cotação do arábica permanece estável em R$ 496,98 por saca

Em janeiro, as cotações oscilaram fortemente, mas encerraram o mês em alta e devem seguir firmes até próximo à colheita

Em janeiro, as cotações do café arábica oscilaram fortemente, mas encerraram o mês em alta no mercado brasileiro. E as cotações da variedade ainda devem seguir firmes pelo menos até próximo à colheita, pois os estoques seguem limitados e a oferta de cafés de qualidade superior, restrita. Já nos três primeiros dias de fevereiro, o Indicador Cepea/Esalq do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto em São Paulo, permaneceu praticamente estável (-0,04%), a R$ 496,98 por saca na quarta-feira (03/02).

 

Café robusta

No mercado de robusta, o cenário também foi de alta. Em janeiro, a média do Indicador Cepea/Esalq tipo 6 peneira 13 acima, a retirar no Espírito Santo, foi de R$ 389,27 por saca, valor 2,71% superior ao de dezembro de 2015 e a segunda maior para um mês de toda a série do Cepea (iniciada em 2001) em termos reais, atrás apenas de dezembro de 2011. Para o robusta tipo 7/8 bica corrida, a média mensal também teve avanço de 2,9%, com média de R$ 378,49 por saca. Em fevereiro, o Indicador acumula caiu leve 0,48%, a R$ 395,58 por saca no dia 03.

 

Deixe seu comentário

Leia mais