Colheita de soja segue firme no Brasil

As indústrias aproveitam o momento para reabastecer seus estoques e aceleram o ritmo de esmagamento

Com o avanço na colheita de soja no Brasil, os produtores estão cumprindo contratos e também ofertam novos lotes no mercado doméstico. Com isso, indústrias aproveitam para reabastecer seus estoques e aceleram o ritmo de esmagamento. “Os preços estão em queda, mas ainda são considerados atrativos para os vendedores”, afirma o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

 

Na parcial do mês, a média ponderada da soja no Paraná, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, cedeu 4,3%, a R$ 72,37 por saca 60 kg na sexta-feira (05/02). O Indicador da soja Paranaguá ESALQ/BM&FBovespa, referente ao grão depositado no corredor de exportação eou negociado na modalidade spot (pronta entrega), no porto de Paranaguá, recuou 4,01% no mesmo período, a R$ 76,69/sc de 60 kg nessa sexta-feira.

 

Deixe seu comentário

Leia mais