Soja
DATA: 10/12/2015

Replantio de soja no Mato Grosso gera prejuízo de R$ 64,8 milhões

A estimativa é que, até o dia 27/11, tenha sido ressemeada uma área de 281,8 mil hectares, representando 3,1% da área total

O clima irregular dos últimos meses teve impacto não só no ritmo do cultivo da nova safra de soja, como também fez muitos agricultores terem gastos extras ressemeando áreas que não resistiram à baixa umidade. O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) estima que no Mato Grosso, até o dia 27/11, tenha sido replantada uma área de 281,8 mil hectares, representando 3,1% da área total.

 

Projeta-se que o impacto do trabalho de ressemeadura tenha sido de R$ 64,8 milhões, considerando apenas os custos com semente e diesel. O gasto extra de 7,8% sobre o custo total implica que o produtor que ressemeou precisam colher 4,09 saca por hectare a mais ou vender a saca de soja por um preço R$ 4,37 superior para conseguir cobrir o gasto extra.

 

“Caso o clima não favoreça o desenvolvimento das lavouras nos próximos meses ou os preços, que já recuaram no último mês, continuem a cair, o produtor que ressemeou pode ver sua margem ainda mais apertada”, diz o Imea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.