DATA: 30/11/2015

Clima favorece o avanço do plantio de grãos no Rio Grande do Sul

O percentual de área plantada com soja alcançou 58% e o percentual da área estimada para a safra de milho já semeada chega a 90%

Os produtores de soja do Rio Grande do Sul seguem com o trabalho de plantio das lavouras em ritmo acelerado, contando com as condições de umidade do solo e se antecipando à chuva que é prevista para os próximos dias.

 

De acordo com o Informativo Conjuntural divulgado na quinta-feira (26/11) pela Emater/RS-Ascar, o percentual de área plantada alcançou os 58%, alguns pontos abaixo da média histórica registrada nos últimos cinco anos, que é de 65% para o período.

 

De acordo com os técnicos da Emater/RS-Ascar, até o momento, o desenvolvimento das lavouras de soja é considerado bom, exceto algumas áreas semeadas nos dias que antecederam as fortes chuvas da segunda semana de novembro, que aliadas à umidade do solo acima do ideal para o plantio, provocaram a formação de uma crosta superficial que vem impedindo a emergência das plântulas, ou mesmo apodrecendo as sementes e impedindo sua germinação.

 

Em relação ao milho, os extensionistas registraram um bom desenvolvimento e alto potencial produtivo, já que o clima tem sido favorável para a cultura. O percentual da área estimada para a safra deste ano já semeada chega a 90%, com 48% dela em desenvolvimento vegetativo, 25% em floração e 17% em fase de enchimento de grãos.

 

Com o quadro atual, os milharais destinados à elaboração de silagem de pé inteiro começam a ser cortados. Nos demais, o produtor já realizou o controle de ervas daninhas e a aplicação de adubação nitrogenada em cobertura e agora faz o monitoramento de pragas e doenças, destaca a Emater/RS-Ascar.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.