Ceagesp reorganiza banco de alimentos e cria ações de sustentabilidade

A empresa vai reativar a oficina de marcenaria, reformular o banco de alimentos e criar cursos profissionalizantes

As ações sustentabilidade e os programas sociais da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), estão ganhando novo impulso. O processo foi desencadeado a partir da atualização das diretrizes adotadas pela direção da estatal.

 

O trabalho social é desenvolvido pela Coordenadoria de Sustentabilidade (Codsu) da Ceagesp, que tem passado por um processo de reorientação das ações e dos programas executados no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP). A Codsu é responsável pela gestão dos projetos como o Banco Ceagesp de Alimentos (BCA), a Associação de Apoio à Infância e Adolescência Nossa Turma e o Projeto Eco Gira Mundo.

 

À frente da Codsu, o economista Jae Young Ahn tem uma rotina de reuniões para compreender as iniciativas em andamento. “Temos várias ideias em gestação e nosso objetivo é procurar viabilizá-las a partir das linhas gerais definidas pela nova presidência, que entende a importância desse setor no contexto de uma companhia do porte da Ceagesp.”

 

Novos tempos

Uma das metas em elaboração é a redefinição do Projeto Eco Gira Mundo. Segundo a Codsu, a iniciativa será impulsionada. À oficina de marcenaria, que voltará a funcionar, haverá a criação de cursos profissionalizantes destinados à reciclagem de materiais, como os pallets, que são descartados no entreposto paulistano.

 

“Queremos montar mesas, cadeiras e armários para uso dos departamentos da empresa. Pretendemos ainda produzir bancos com os pallets, que poderão ser colocados em vários pontos do ETSP, um deles por sinal no jardim em frente ao edifício sede, onde há uma pedra comemorativa doada pelos permissionários do então CEASA [Centro Estadual de Abastecimento], por ocasião da visita, em 1967, da família real japonesa”, diz o coordenador de Sustentabilidade.

 

Em relação à Nossa Turma, que funciona como creche e também oferece atividades culturais, de saúde e de segurança alimentar, além de jogos esportivos a jovens e famílias carentes do entorno do ETSP, a intenção é incentivar a doação de créditos de cadastramento da nota fiscal paulista em prol do projeto.

 

A Codsu também pretende criar um espaço cultural, que contará com biblioteca, sala de estudos e para apresentações artísticas. No caso dos livros, a finalidade será reativar a consulta e o empréstimo de obras para os funcionários, inclusive com a montagem de um acervo específico da área, distribuído em estantes sustentáveis.

 

Responsabilidade

Uma das principais ações de responsabilidade social promovidas no entreposto da capital, o Banco Ceagesp de Alimentos também tem passado por uma ampla reformulação. Está em andamento a melhoria da infraestrutura das instalações do serviço, que se tornou parada obrigatória para as visitas monitoradas realizadas. Haverá ainda o incremento de atividades como a produção de alimentos desidratados.

 

O BCA é um dos principais braços sociais da Ceagesp, que distribui em média 166 toneladas de alimentos por mês para mais de 160 instituições de São Paulo. Para saber mais a respeito das atividades da Coordenadoria de Sustentabilidade da CEAGESP basta entrar em contato pelo telefone (11) 3643-3993 ou pelo e-mail sustentabilidade@ceagesp.gov.br.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais