Cargill investe R$ 15 milhões no terminal de grãos em Porto Velho

O investimento tem como objetivo a recuperação e a melhoria de sua operação e reafirmar a importância da região para o agronegócio

A Cargill, uma das principais empresas do setor de alimentos no mundo e que completa 50 anos no Brasil em 2015, aposta no desenvolvimento da região de Porto Velho e anuncia que está investindo R$ 15 milhões na melhoria e reestruturação do seu terminal de transporte de grãos às margens do Rio Madeira, onde atua desde 2002.

O aporte foi necessário para a continuidade de sua operação de forma mais segura e completa, principalmente depois da enchente do rio Madeira  no ano passado e, consequentemente, reforça o posicionamento da companhia. O destino desses recursos foi na recuperação da correia transportadora de grãos e da coluna de sustentação do sistema de carregamento de barcaças e na estabilização da margem do terreno.

O terminal da Cargill recebe em média 200 caminhões de 40 toneladas de grãos por dia, originários do Oeste do Mato Grosso e interior de Rondônia. A capacidade de embarque é de sete mil toneladas por dia, e a carga segue em barcaças cujo destino é o Porto de Santarém (PA). Nesse porto, a Cargill opera um terminal que transborda a carga das barcaças carregadas em Porto Velho para navios de grande porte, destinados à exportação para Ásia e Europa.

Essa operação é responsável por transportar cerca de 20% do volume de milho e soja da Cargill no Brasil, que exporta também por outros seis portos. Em 2015, a empresa espera movimentar entre 1,5 a 2 milhões de toneladas de grãos pela alternativa Porto Velho (RO)/Santarém (PA).

“A Cargill é uma grande exportadora de grãos da produção brasileira e nosso terminal de Porto Velho tem uma importante participação nesse processo. Para nós, a região é um local estratégico para os negócios e, por isso, vimos a necessidade de reforçar nossa atuação naquela região.

Outro ponto importante é melhorar o ambiente de trabalho, mantendo a segurança e aumentando a motivação e a produtividade”, destaca Clythio van Buggenhout, diretor de portos da Cargill no Brasil. Em um movimento estratégico, mirando em possibilidades de expansão futura, a Cargill adquiriu recentemente um terreno de 500 mil m² em Porto Chuelo, em Porto Velho. Sua atuação naquela localidade está em fase de estudos.

 

Deixe seu comentário

Leia mais