DATA: 23/12/2015

Café robusta bate recordes nominais durante o ano

Já os valores do arábica, mesmo com fortes oscilações ao longo do ano, estão praticamente nos mesmos níveis nominais da safra passada

Ao longo deste ano, os preços internos do café robusta registraram consecutivos aumentos, atingindo recordes nominais. Já os valores do arábica, mesmo com fortes oscilações ao longo do ano, estão praticamente nos mesmos níveis nominais da safra passada.

 

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), na parcial deste ano (até o dia 21 de dezembro), o Indicador Cepea/Esalq do robusta tipo seis peneira 13 acima acumula alta de 17%, enquanto o do arábica tipo seis bebida dura para melhor, posto em São Paulo, sobe apenas 2,9%.

 

Nesse cenário, a diferença entre os preços dos cafés arábica e robusta, ambos tipo seis, foi menor neste ano frente ao observado em 2014. “Considerando-se as médias de dezembro, o arábica (Indicador inclui frete) está apenas 110,5 reais por saca acima do robusta (Indicador sem frete). No mesmo período do ano passado, o diferencial era 62% maior, de 179,38 reais/saca”, diz o Cepea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.