Crédito. financiamento. produtores. agricultura. CNA. farming brasil. sf agro
DATA: 15/02/2016

BRDE tem orçamento de R$ 1,3 bilhão para financiamentos no Paraná

O agronegócio deve se destacar nos negócios do banco, já que mesmo com a crise, o setor continua apresentando bons resultados

A agência paranaense do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) tem um orçamento de R$ 1,33 bilhão para financiamentos em 2016. As contratações devem ser puxadas por projetos do agronegócio, energia e infraestrutura para municípios.

 

O montante previsto para este ano é superior ao orçamento inicial de 2015, de R$ 1 bilhão, que acabou sendo superado ao longo do ano pela forte procura por financiamentos, principalmente pelo agronegócio. Ao fim do ano, o BRDE fechou com o recorde de R$ 1,53 bilhão em contratações, 60% superior ao de 2014.

 

“O ano de 2015 foi muito bom, influenciado pela vocação econômica do Estado para o agronegócio. A meta de R$ 1 bilhão foi praticamente cumprida no primeiro semestre e aumentamos os volumes. Para 2016, apesar das incertezas do cenário econômico nacional, acreditamos que será mais um ano com volume bom de contratações” diz Paulo Cesar Starke Junior, superintendente da agência de Curitiba.

 

O foco para 2016, de acordo com o diretor de operações, Wilson Quinteiro, será reforçar a missão de apoio ao desenvolvimento do Estado. “Somos uma instituição de apoio para quem produz. Além do agronegócio e dos setores de energias renováveis, queremos apoiar a inovação, a infraestrutura dos municípios e também os negócios dos pequenos empreendedores”, diz.

 

O agronegócio deve ser novamente, o destaque dos negócios do banco. Mesmo com a crise econômica, que vem provocando o adiamento e o cancelamento de projetos de investimentos em todo o País, o setor continua a apresentar bons resultados , embalado pela safra de grãos, avicultura e suinocultura e pelo câmbio favorável às exportações.

 

Pelo menos 70% das operações do BRDE no Paraná estão relacionadas, de alguma maneira, à cadeia do agronegócio. “Isso inclui desde a indústria metalmecânica que produz silos para armazenagem de grãos, ao produtor de sementes e ao pequeno aviário”,  diz Starke Júnior.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais