Grãos
DATA: 09/10/2015

Brasil estima recorde na produção de grãos na safra 2015/2016

A produção pode crescer até 1,7%, com a colheita de 213,5 milhões de toneladas, sendo que a soja deverá ter safra recorde de mais de 100 milhões de toneladas Darlene Santiago

A produção brasileira de grãos pode chegar a 213,5 milhões de toneladas, segundo o primeiro levantamento da safra 2015/2016, divulgado pela companhia Nacional de Abastecimento, no dia 9 de outubro. O crescimento poderá ser de até 1,7% em comparação com a safra anterior. A área total plantada pode variar entre 58,16 milhões de hectares e 59,02 milhões de hectares. No cenário mais otimista, o crescimento seria de 1,5% em relação à área plantada na temporada anterior.

 

A soja segue como carro-chefe da agricultura brasileira, com um crescimento de até 5,9% da produção. O Brasil espera um recorde na produção, ultrapassando pela primeira vez a casa das 100 milhões de toneladas. Segundo a Conab, os produtores brasileiros podem colher até 101,9 milhões de toneladas na safra 2015/2016, contra uma produção de 96,2 milhões de toneladas na temporada anterior. A área plantada com soja pode avançar até 3,6%, chegando a 32,64 milhões de hectares.

 

Há uma tendência de recuo do milho na primeira safra, que perderá espaço para a soja. As estimativas para a produção total de milho – a soma entre a primeira e a segunda safra 2015/2016 – apontam para uma produção de até 83,5 milhões de toneladas, contra 85,4 milhões de toneladas colhidas na safra 2014/2015. A área total plantada com milho poderá ser de até 15,56 milhões de hectares.

 

O estudo da Conab realiza estimativas sobre a produção brasileira de soja, milho, algodão, trigo, arroz, feijão, girassol, amendoim, mamona, aveia, canola, cevada e centeio.


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais