Biodiesel. combustível. alta dos combustíveis. máquinas agrícolas. farming brasil
DATA: 10/07/2017

Biodiesel: antecipação do B10 aumentaria em 25% a produção em 2018

Segundo a Abiove, o Brasil economizará US$ 3,2 bilhões com a substituição do volume equivalente importado de diesel mineral SF Agro

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), principal entidade representativa do setor de biodiesel, prevê uma produção de 5,3 bilhões de litros em 2018, aumento de 25% em relação a este ano, caso seja antecipada para março a mistura de 10% no diesel comercial, o chamado B10.

 

Vantagens da adoção do B10

São inúmeras as vantagens para a sociedade brasileira da adoção do B10: além da geração de 20 mil novos postos de trabalho na cadeia produtiva de oleaginosas e biodiesel, o País economizará ao todo US$ 3,2 bilhões em divisas internacionais com a substituição do volume equivalente importado de diesel mineral, diz Daniel Furlan Amaral, gerente de economia da Abiove.

 

A expectativa da Abiove tem como fundamento a sinalização positiva do presidente Michel Temer em audiência com a Frente Parlamentar do Biodiesel, presidida pelo deputado Evandro Gussi, para a antecipação do B10 em 12 meses diante da assinatura do contrato de fornecimento de combustíveis para testes em motores.

 

A confiança do presidente advém da capacidade de fornecimento de um biocombustível avançado e nos benefícios econômicos, sociais e ambientais do setor para o Brasil. Essa sinalização foi endossada pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, que confirmou os trabalhos da equipe do MME na resolução do CNPE que validará a antecipação da mistura. Isso ocorreu nas audiências realizadas durante esta semana em Brasília.

 

B10 elevará processamento de soja

Com o B10, haverá uma elevação de 3,7 milhões de toneladas no processamento de soja em função da demanda por óleo de soja, além da elevação das aquisições de sebo bovino e óleo de fritura recuperado. Em 2018, o setor trabalhará também pela definição do cronograma de expansão gradual da mistura até B15 para os próximos anos. A atual legislação prevê que a mistura possa chegar até 15%, mediante decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

 

Aumento da mistura

Além dos benefícios econômicos, o biodiesel reduz a emissão dos principais causadores da poluição atmosférica e gases de efeito estufa em mais de 70% em relação ao diesel mineral, com ganhos expressivos à saúde humana e ao meio ambiente. Do início da produção em 2005, até o ano passado, a cadeia produtiva do biodiesel proporcionou:

 

– produção de 25,1 bilhões de litros de biodiesel;

– geração de demanda para o processamento doméstico de 85,1 milhões de toneladas de soja;

– alívio à rede de esgoto, pois evitou o descarte de óleo de fritura usado;

– geração de mercado para o consumo de 3,9 milhões de toneladas de gorduras animais, o que evitou o seu descarte inadequado no meio ambiente.

 

Segundo a Abiove, no período de 12 anos, o biodiesel evitou a emissão de 79 mil toneladas de CO2eq., o que corresponde a 4% das emissões totais de diesel.Evitou, também, o dispêndio de US$ 15,7 bilhões com importações de diesel fóssil.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.

Farming Brasil

A segunda edição da revista Farming Brasil foi lançada com mais de 100 páginas de conteúdo agronômico. Na reportagem de capa, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas por hectare.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda. Para adquirir a revista, entre em contato conosco (envie sua mensagem aqui).

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais