Grãos de soja.

Bayer CropScience lança semente de soja para a safra 2016/2017

Empresa também apresentou ao mercado um novo herbicida com foco no controle de plantas daninhas

Os sojicultores brasileiros poderão contar com mais uma opção de semente de soja no mercado. A Credenz, a primeira marca global de sementes de soja da Bayer CropScience, já começou a ser comercializada para a safra 2016/2017.

 

Desde 2010, a empresa vem passando por uma reestruturação para avançar no mercado de semente de soja no Brasil. A multinacional alemã comprou empresas brasileiras para formar o seu banco de germoplasma, o que resultou na marca de sementes Credenz, com mais de vinte variedades adaptadas às exigências de cada região brasileira.

 

“É essencial vibializarmos aos produtores acesso a grãos com características únicas e sob medica para atender às necessidades especificas da produção brasileira”, diz Hugo Borsari, diretor do Negócio de Sementes de Soja Bayer. Os investimentos foram direcionados para cinco estações de produção de semente de soja da nova marca. Além de sementes de soja convencional, a Credenz tem em seu portfólio soja transgênica com tecnologia resistente à aplicação do herbicida LibertyLink, da Bayer, e variedades transgênicas com genética licenciada, como a tecnologia Roundup Ready e Intacta RR2 Pro, a partir de uma parceria da Bayer CroScience com a multinacional americana Monsanto.

 

De acordo com Bayer, mais de 750 produtores testaram as variedades da nova linha. “Isso nos permitirá comprovar a qualidade e os diferenciais das nossas variedades, para que já na safra 2016/2017 possamos recomendar para os produtores a variedade certa, com a tecnologia e proteção mais adequada”, afirma Filipe Romano, gerente de Marketing de Sementes de Soja da Bayer.

 

A expectativa dos responsáveis pelo lançamento é que entre 1.000 e 2.000 produtores conheçam a variedade na próxima safra. A Credenz será apresentada em encontros com sojicultores em algumas regiões produtoras do País: São Gabriel do Oeste (MS), Canarana (MT), Querência (MT), Primavera do Leste (MT), Silvânia (GO), Água Boa (MT) e São João da Aliança (GO). O lançamento da marca aconteceu na terça-feira (08/03) durante a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS).

 

Nova tecnologia para o controle de plantas daninhas

A Bayer também está lançando a tecnologia LibertyLink com o objetivo de levar soluções aos produtores de soja do Brasil, principalmente no controle de plantas daninhas no período pós-emergência. O Liberty é um herbicida à base de glufosinato de amônio para o controle de plantas daninhas.

 

Segundo a empresa, até o momento, o glufosinato de amônio não possui caso de resistência registrado no Brasil. “Em um sistema de manejo de plantas daninhas associado com uma boa dessecação, a adoção de um pré-emergente com residual e o herbicida Liberty pós-emergência é uma forma diferenciada para o controle do problema no Brasil”, diz Borsari.

 

De acordo com Romano, o problema de resistência está crescendo exponencialmente, provocando perdas na lavoura que podem chegar a 50% da área. Além disso, o clima tropical favorece a multiplicação dessas plantas. Por isso, Romano acredita que, no Brasil, a resistência das plantas daninhas vai se agravar mais rapidamente do que o que aconteceu nos Estados Unidos. “Isso traz a necessidade do produtor ter mais ferramentas para o manejo, principalmente as plantas daninhas de difícil controle e resistentes a outros tipos de herbicida. É uma situação de futuro muito preocupante”, afirma o gerente de marketing de sementes de soja da Bayer CropScience.

 

Deixe seu comentário

Leia mais