DATA: 02/03/2016

Bahia vai ter fábrica de óleo de mamona

Com investimentos de R$ 10 milhões, a unidade terá capacidade de produção de mil toneladas por mês

O secretário de agricultura, Vítor Bonfim, assinou protocolo de intenções com a Indústria e Comércio de Óleo de Mamona LTDA (Olma), que formaliza o início das tratativas para instalação da uma unidade industrial voltada a fabricação de óleo e torta de mamona no município do Lapão, território de identidade de Irecê.

 

A iniciativa é uma parceria do Governo do Estado com a Olma, através das Secretarias da Agricultura (Seagri), de Desenvolvimento Econômico (SDE) e da Fazenda (Sefaz), por meio do Desenvolve, com a concessão de incentivos fiscais, como o adiamento do prazo de pagamento de parte dos impostos e do ICMS nas aquisições de bens e equipamentos.

 

“Nossa intenção é fomentar a agroindustrialização, agregando valor ao produto final, com o objetivo de  ampliar a geração de emprego e renda e reduzir as desigualdades regionais e sociais do Estado, sendo, portanto, fundamental estimular novos investimentos. A unidade industrial deverá proporcionar um incremento na base produtiva regional, resultando no desenvolvimento não só do município de Lapão, mas de todo o território de identidade de Irecê”, afirma o secretário.

 

Com investimentos de R$ 10 milhões, a unidade terá  capacidade de produção de mil toneladas por mês. Haverá ainda um trabalho voltado ao treinamento e a capacitação de mão-de-obra especializada, prioritariamente local, a ser aproveitada no processo fabril. “Vamos aderir ao Programa Estadual de Incentivo à Concessão de Estágio e Primeira Experiência Profissional, direcionado a estudantes e egressos da Rede Estadual de Educação Profissional e a jovens e adolescentes qualificados por programas do governo do Estado”, diz o diretor da OLMA, Jan Christoph Brockhausen.

 

 

 

 

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.