Açúcar

Vendas internas de açúcar cristal remuneraram 8,3% a mais que exportação

Levantamentos do Cepea apontam que a liquidez do produto no mercado spot paulista melhorou no final do mês de março

Os preços do açúcar cristal caíram no correr de março no mercado paulista, como consequência da antecipação do início da moagem da safra 2016/17 nos estados do Centro-Sul – oficialmente, a temporada começou em 1º de abril. Levantamentos do Cepea apontam que a liquidez no mercado spot paulista melhorou no final do mês, com negociações já envolvendo maiores volumes do cristal da nova safra 2016/17.

 

Ao longo de março, o Indicador Cepea/Esalq do açúcar cristal cor Icumsa entre 130 e 180, mercado paulista, recuou 3,5%. Sua média mensal foi de R$ 77,46 por saca de 60 quilos em março, 4,66% inferior à de fevereiro, mas ainda 37,44% superior à de março/15 (R$ 56,36 por saca de 50 quilos), em termos reais – valores atualizados pelo IGP-DI, base fevereiro/16. “Com a queda no preço externo, a vantagem da venda do cristal no mercado spot paulista frente ao internacional voltou a crescer na semana passada”, analisa o Cepea.

 

De 28 de março a 1º de abril, cálculos do Cepea mostram que as vendas de açúcar cristal no spot paulista remuneraram 8,3% a mais que a exportação. Enquanto a média semanal do Indicador de Açúcar Cristal Cepea/Esalq foi de R$ 76,70  por saca, as cotações do contrato nº 11 da ICE Futures, com vencimento em Maio/16, equivaleriam a R$ 70,82 por saca. Para esse cálculo, foram consideradas as médias semanais de US$ 53,26 por tonelada de fobização, de US$ 73,25 por tonelada de prêmio de qualidade e dólar de R$ 3,6112.

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais