Cotações do arroz estão em queda, enquanto a colheita avança lentamente

De 8 a 15 de março, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, caiu 1,96%, fechando a R$ 39,99 por saca de 50 quilos

Os preços do arroz em casca seguem em queda no Rio Grande do Sul. Segundo pesquisadores do Cepea, agentes de indústrias mantêm baixo o interesse por novas compras, adquirindo apenas poucos lotes. Mesmo com o avanço lento da colheita da safra 2015/16 (chuvas atrapalham as atividades), esses compradores estão no aguardo do avanço da oferta, que pode pressionar os valores pagos nas próximas semanas.

 

Algumas empresas continuam trabalhando com arroz da safra 2014/15 já adquirido, apenas recebendo o da safra “nova” para secagem e/ou armazenagem. Orizicultores, por sua vez, seguem atentos ao desenvolvimento das lavouras, vendendo seus lotes apenas quando há necessidade de “fazer caixa” e/ou cumprir com os compromissos de safra.

 

Produtores consultados pelos Cepea apontam que, além da menor área, a expectativa é de queda na produtividade. De 8 a 15 de março, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, caiu 1,96%, fechando a R$ 39,99/sc de 50 kg na terça-feira, 15 – o menor valor de 2016. Na parcial de março, o Indicador já teve baixa de 3,78%.

 

Deixe seu comentário

Leia mais