DATA: 04/11/2015

Após alta nos últimos meses, cotação do algodão enfraquece

Pesquisadores do Cepea indicam que o motivo para as baixas foi a maior disponibilidade de pluma

O Indicador do algodão em pluma perdeu força em outubro, depois de subir por quatro meses consecutivos e de atingir o maior preço de 2015 no dia 2 do último mês (de R$ 2,3656/lp). Pesquisadores do Cepea indicam que o motivo para as baixas foi a maior disponibilidade de pluma, mas de qualidade inferior, já que a oferta do produto superior ao tipo 41-4 continua baixa no mercado doméstico.

Além disso, o enfraquecimento das cotações ocorre pela necessidade de caixa por dos vendedores. Do lado comprador, boa parte das indústrias adquiriu pequenos volumes no correr do mês, mas manteve a pressão sobre os valores, especialmente quando os lotes envolviam tipos da pluma abaixo do 41-4. Nessa terça-feira, 3, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento 8 dias, referente à pluma 41-4, posta em São Paulo, fechou a R$ 2,3254/lp, queda de 0,56% frente à terça anterior.

 

Com informações do Cepea.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais