DATA: 19/10/2015

Aminoagro e Dimicron visitam produtores de 60 municípios do Mato Grosso

Serão recolhidas 600 amostras de semente de soja para teste de vigor em laboratório

Produtores de soja em 60 municípios do Estado de Mato Grosso receberão entre os dias 19 e 30 de outubro a visita técnica da Aminoagro e Dimicron, em uma parceria com o Circuito Aprosoja e Embrapa. O objetivo é fazer um levantamento da lavoura e estimar com isso qual é o potencial produtivo da propriedade. Além de ouvir o produtor sobre aspectos importantes do seu planejamento e suas expectativas, também serão colhidas amostras de sementes, fertilizantes e ervas daninhas.

A expectativa é percorrer entre 500 e 600 propriedades e recolher aproximadamente 600 amostras de semente de soja para análise de vigor em laboratório. São encontros para conhecer a realidade dos agricultores e conversar com eles sobre a importância da semente para maior produtividade da safra. “Trata-se de uma grande oportunidade para esse tipo de contato por ser o Circuito Aprosoja o maior evento de visita ao produtor em todo o Brasil, que vai abranger 95% da área plantada de soja no Mato Grosso, um dos maiores estados produtores, afirma o presidente da Aminoagro e Dimicron,” José Ovídio Bessa.

A análise de vigor é uma tecnologia da Aminoagro e Dimicron que integra o Programa Construindo Plantas (PCP), e considera desde o início a importância da sementede altovigor para um bom desenvolvimento da lavoura. No PCP, é feita uma análise detalhadado vigor da semente, e partindo desse conhecimento o agrônomo pode orientar o agricultor sobre as melhores soluções de nutrição para a semente e nas fases posteriores para a fertilização foliar. O resultado é aumento na eficiência e na produção por hectare.

As análises serão realizadas no laboratório da empresa em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul, e todos os agricultores receberão uma resposta sobre a situação de sua propriedade, com um resumo da análise. Posteriormente as equipesda Aminoagro e Dimicron farão novas visitas para dar continuidade ao relacionamento.

 

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais