DATA: 14/07/2017

Algodão resistente ao herbicida glifosato será apresentado no Ceará

A cultivar transgênica tem rendimento de fibra de 40% e potencial produtivo de até 4.500 quilos por hectare SF Agro

As vantagens da cultivar de algodão BRS 368 RF serão apresentadas em dois dias de campo nos municípios de Iguatu e Quixeramobim (CE) nos dias 18 e 19 de julho. A ação é promovida pela Embrapa, Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Ematerce e Instituto Agropolos. O pesquisador da Embrapa Agroindústria Tropical, Raimundo Braga, explica que a variedade tolera o herbicida glifosato e, por isso, pode ser cultivada com menor exigência de equipamentos para controle de plantas daninhas.

 

Revitalização da cotonicultura

Os dias de campo fazem parte de um conjunto de ações para revitalização da cotonicultura no Ceará. Uma das principais iniciativas foi a instalação de sete unidades demonstrativas de tecnologias nos municípios de Iguatu, Acopiara, Senador Pompeu, Quixeramobim, Quixadá e Choró.

 

De acordo com informações da Embrapa, o consultor da SDA Vinícius Assunção defende que com a adoção de tecnologias disponíveis é possível fortalecer a cultura no Ceará. Ele lembra que o estado detém o segundo maior parque têxtil do País, mas que é abastecido de matéria-prima proveniente de outros estados, principalmente Bahia e Mato Grosso, a elevados custos de logística.

 

 

Cultivar BRS 368 RF

Desenvolvida pela Embrapa Algodão e parceiros, a BRS 368 RF é um cultivar transgênica resistente ao herbicida glifosato, com rendimento de fibra de 40% e potencial produtivo entre 4.200 a 4.500 kg/ha, indicada para cultivo em primeira safra (sequeiro) nos estados do MS, MT, GO e BA e segunda safra (irrigado) no Estado da BA.

 

Cultivar de porte baixo e ciclo de médio a precoce, com abertura da primeira flor aos 55 dias e ciclo total de 165 a 170 dias. Por ser resistente ao glifosato, oferece maior flexibilidade no controle de plantas daninhas, permitindo a aplicação em qualquer fase do desenvolvimento da cultura sem necessidade de utilização de pulverizações com herbicidas não seletivos em jato dirigido. Resistente ao mosaico comum e bacteriose do algodoeiro e moderadamente resistente a doença azul.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Revista Farming Brasil. Ano 1, edição 2.

Farming Brasil

A segunda edição da revista Farming Brasil foi lançada com mais de 100 páginas de conteúdo agronômico. Na reportagem de capa, produtores revelam os detalhes do manejo de sucesso que garantiram uma colheita de 290 sacas por hectare.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda. Para adquirir a revista, entre em contato conosco (a revista custa R$ 14,90 + frete de R$ 6,50. Clique aqui para enviar o seu pedido).

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais