Agricultura familiar, orgânicos

Agricultura orgânica deverá crescer 30% neste ano

Em pesquisa, 93% dos entrevistados consideraram que o consumo de orgânicos é importante ou muito importante

A crise econômica não vai emperrar o crescimento da agricultura orgânica. Em 2015, a agricultura orgânica movimentou R$ 2,5 bilhões e o setor espera crescer 30% neste ano. Isto acontece porque cada vez mais o consumidor tem buscado produtos saudáveis e está à procura de alimentos produzidos de forma ecológica.

 

É o que mostra a pesquisa realizada pelo Instituto QualiBest, realizada com 864 pessoas de 17 a 55 anos no Brasil todo. O estudo constatou que 93% dos participantes consideram que o consumo de orgânicos é importante ou muito importante e quase 59% compram produtos sem agroquímicos de vez em quando, enquanto 24% já o fazem com frequência. O que mais limita a compra continua sendo o preço, pois o consumidor não está disposto a gastar mais pelos produtos (56%). A disponibilidade de produtos orgânicos foi apontada como o segundo principal fator limitante do consumo por 53% dos entrevistados da pesquisa da QualiBest.

 

O cultivo ainda é pequeno, menos de 1% do total usado na agropecuária (940 mil do total de 242 milhões de hectares). Mas há um crescimento no número de unidades de produção, 32% em dois anos. E também no número de agricultores que optaram pela produção orgânica, 52% em dois anos.

 

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

 

Deixe seu comentário

Leia mais