Agricultor

Agricultores devem ficar atentos para prevenir o câncer de pele

Em 2011, o casal de agricultores, Anselmo e a mulher Alice começaram a perceber manchas estranhas nos braços e foram diagnosticados com câncer de pele

Uma doença misteriosa e incurável, em muitos casos, mudou os rumos da família Colovini. Em 2011, Anselmo e a mulher Alice começaram a perceber manchas estranhas nos braços e consultaram um médico para saber qual a causa do problema. O casal de agricultores familiares gaúcho, de Santo Ângelo, recebeu o diagnóstico de câncer de pele.

 

“A doutora disse que a causa era a exposição ao sol, porque nós ficávamos o dia inteiro trabalhando embaixo do sol quente e, infelizmente, aconteceu”, conta Anselmo, hoje com 53 anos. A propriedade de 12 hectares, onde família cultiva milho e cria gado de leite, ficou a cargo dos filhos. O casal, então, deu início ao início ao intenso tratamento contra a doença.

 

A cura

Felizmente, a cura, tão difícil em determinados casos, chegou para a família Colovini. O conhecimento a respeito da doença foi o que ficou como lado positivo. Com indicação da dermatologista, o casal não pode mais trabalhar ao sol sem proteção. “Curei-me do câncer em 2013 e Alice em 2014, mas foi complicado. Foi muito ruim para nós, sofremos muito. E tudo isso por ignorância. Não sabíamos que era tão importante assim usar o protetor solar”, lembra Anselmo.

 

Alice e Anselmo se dedicam de 8 a 10 horas diárias à produção dos alimentos. São 15 mil litros de leite produzidos por ano na Fazenda Colovini. “Não podemos deixar de trabalhar e o sol aqui fica muito forte. Então, começamos a usar o protetor solar. Eu nem sabia que o sol fazia tão mal assim. Agora, não deixo de passar o protetor antes de trabalhar. É regra aqui em casa, juntamente com o uso do chapéu”, diz.

 

Não deixe de usar o filtro Solar

Segundo a dermatologista Daniela Landim, o filtro solar deve ser utilizado diariamente, mesmo em dias não ensolarados. “Tem de passar todos os dias, pela manhã, especialmente nas áreas que ficam mais expostas, como rosto, pescoço, colo, e braços”, afirma.

 

Ela conta que o produto deve ser aplicado antes da exposição ao sol. “Deve-se aplicar o filtro solar de 15 a 30 minutos antes da exposição, para que a pele absorva o produto e para que se tenha o efeito químico de proteção desejado”, diz Daniela.

 

Deixe seu comentário