DATA: 02/10/2015

Ações brasileiras na agricultura familiar servem de modelo na Colômbia

Comitiva brasileira visitou o país para apresentar iniciativas que envolvem acesso à terra e ampliação de renda do produtor familiar

As políticas implementadas pelo governo brasileiro para o fortalecimento da agricultura familiar podem ajudar a Colômbia a elaborar um plano para promoção do desenvolvimento rural e, posteriormente, contribuir para a soberania alimentar da região. A iniciativa de ampliar a oferta de produtos agrícolas por meio da agricultura familiar é uma metidas adotadas pelo governo colombiano no processo da busca pela paz naquele país.

Com o objetivo de mostrar as ações desenvolvidas pelo Brasil neste âmbito, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) compôs a delegação brasileira que visitou aquele país esta semana.  Comandada pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), a comitiva mostrou as ações com foco na democratização do acesso à terra, na inclusão produtiva e na ampliação de renda da agricultura familiar.

“A atenção esteve voltada para as ações em que utilizamos o que é produzido pela agricultura familiar para combater a insegurança alimentar, além das compras institucionais”, ressalta o representante da Conab na delegação brasileira, Paulo Morceli.

De acordo com o governo colombiano, a expectativa é reinserir 1 milhão de hectares no sistema produtivo, e assim incentivar a volta ao campo dos produtores rurais que foram para as cidades em busca de melhores condições de vida. Dentre as iniciativas que podem auxiliar nesse objetivo, os representantes colombianos demonstraram bastante interesse nas ações de financiamento e assistência técnica desenvolvidas pelo Brasil, e também nas políticas de apoio à comercialização. “É fundamental criar demanda para essa nova produção que irá surgir. A intenção é passar a experiência que temos, para que as ações sejam adequadas à realidade colombiana”, destaca Paulo Morceli.

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.

Leia mais