ABCZ anuncia novidades da Expozebu e projeto para a eficiência da pecuária

Plataforma que vai coletar dados e capacitar pecuaristas será lançada durante a abertura da exposição, no dia 30 de abril, em Uberaba

A 82ª Expozebu, a maior exposição pecuária do Brasil, ocorrerá entre os dias 30 de abril e 7 de maio em Uberaba (MG), com o tema “Genética capaz de mudar”. Entre as principais novidades da exposição de 2016 estão a criação de julgamentos a campo, o lançamento da Vitrine do Leite e julgamentos de cavalos crioulo. Além disso, a ABCZ vai lançar o programa Equação da Pecuária Eficiente, com o objetivo de capacitar e ajudar o pecuarista a elevar a produtividade do rebanho.

 

A expectativa do presidente da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ), Luiz Claudio Paranhos, é que a Expozebu mantenha o mesmo faturamento de 2015. “A crise, que é muito profunda, já atingiu o nosso setor. Vamos ter um menor número de leilões neste ano, mas a gente está trabalhando para atingir um resultado nos mesmos patamares do ano anterior”, diz. No ano passado, a exposição movimentou R$ 46,4 milhões.

 

Equação da Pecuária Eficiente

Durante a abertura da Expozebu, a ABCZ vai lançar o projeto Equação da Pecuária Eficiente. Trata-se de uma nova plataforma que vai coletar dados de pecuaristas e sugerir recomendações para a fazenda.

 

De acordo com Paranhos, o projeto vai beneficiar pecuaristas de todo o País. “É um diagnóstico completo. O pecuarista vai identificar se o resultado de cada etapa de produção é o ideal”, afirma. Segundo o presidente, com a identificação do nível de produtividade e fraquezas, é possível investir em capacitação, melhorar as práticas de manejo e tornar a produção mais eficiente.

 

Um dos objetivos do projeto é difundir a tecnologia do Boi 7.7.7, desenvolvida pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), que promove aumento de qualidade das carcaças e produção de sete arrobas na desmama, sete na recria e sete na engorda, gerando um animal no ponto de abate em dois anos. “Produzir 21 arrobas aos 24 meses é uma meta, é o ideal para os pecuaristas. Vamos divulgar as melhores práticas de manejo”, afirma Paranhos.

 

A plataforma vai montar um banco de dados e analisar as informações enviadas por pecuaristas por meio de questionários impressos, aplicativos para celulares e formulários digitais, de acordo com Juan Lebron, superintendente de Marketing da ABCZ. “A ideia é facilitar o contato com os pecuaristas. A partir das respostas do criador, será possível identificar em que nível estão seus pontos fortes e fracos no tripé de produção”, diz ele.

 

Julgamento a campo

A ABCZ criou uma nova modalidade de avaliação visual. A novidade permite a inscrição de trios de machos ou de fêmeas da mesma raça zebuína com aptidão para corte. O requisito é que tenham registro genealógico na categoria PO, além de pai e mãe com avaliação genética positiva nos programas oficiais de melhoramento genético, classificados entre os 50% superiores.

 

Os machos devem ter mais de 20 meses de idade e exame andrológico. Já as fêmeas, devem ter mais de 22 meses, com atestado de prenhes positiva ou ter cria ao pede de até oito meses. Os trios vão concorrer nas categorias de Bezerros e Bezerras (8 a 12 meses), Macho de Soberano ou Fêmea de Soberano (mais de 12 a 16 meses), Garrote e Novilha (mais de 16 a 22 meses) e Tourinho e Fêmea Jovem (mais de 22 a 27 meses).

 

Paranhos diz que a novidade será bem-sucedida. “Você julga não apenas o animal, mas todo o conjunto do sistema de produção”, afirma. “O julgamento a campo é comum em países como Estados Unidos e Austrália. Na Expozebu, é um projeto embrionário, mas que vamos aprender como fazer e que vai dar certo.”

 

Vitrine do leite

Da mesma forma que ocorre a Vitrine da Carne, agora a Expozebu vai lançar a Vitrine do Leite, uma atração que valoriza o leite e seus derivados, além de ser capaz de conectar o campo à cidade. “Vamos ter profissionais capacitados para falar sobre toda a cadeia do leite, da captação até a comercialização, inclusive com degustação de produtos”, diz Paranhos. Outra novidade, segundo o presidente da ABCZ, é que pela primeira vez as fêmeas da raça Guzolando, registradas pela ABCZ na categoria CCG (controle de Genealogia) vão se apresentar oficialmente no concurso leiteiro.

 

A Vitrine do Leite contará com a participação da chef Manoela Lebrón, que vai mostrar o passo a passo de receitas preparadas com laticínios, como mussarela empanada e torta de ricota com doce de leite e manteiga de ervas. A Vitrine da Carne seguirá os moldes do evento anterior, com desossas de carcaças 100% zebuínas e apresentação do chef Marcelo Bolinha.

 

Cavalos crioulo terão espaço na Expozebu

Nesta edição, a Expozebu terá espaço para os cavalos crioulo. A estreia das provas equestres será possível com a participação da Associação Brasileira de Criadores dos Cavalos Crioulos (ABCCC), que vai realizar julgamento morfológico de machos e fêmeas da raça. Segundo Paranhos, isso significa um primeiro passo para explorar o segmento. “É um projeto piloto com uma raça apenas. Mas, a partir do próximo ano vamos expandir e alinhar com todas as raças”, diz.

 

Inscrições abertas

As inscrições para o julgamento de animais de pista na 82ª Expozebu estão abertas. Cada expositor pode inscrever até 15 animais de cada raça, em cada categoria de registro. As inscrições são realizadas no site da ABCZ (clique aqui para acessar).

 

Leia mais:

Luiz Claudio Paranhos, presidente da ABCZ

3 conselhos para produzir boi de qualidade com abate em até 24 meses

Técnica permite produzir boi em até dois anos

Curso de bovinocultura demonstra conceito do Boi 7.7.7

 

 

 

Deixe seu comentário

Leia mais