Armadilha iscada com feromônio sintético de helicoverpa armigera em lavoura de soja
DATA: 01/01/2017

7 dicas para não errar no monitoramento de pragas

Saiba como não cometer erros básicos que podem causar prejuízo e danos irreparáveis na sua lavoura

Se existe algo que tira o sono de muitos produtores são as pragas nas lavouras. Deixar de identificar corretamente um inseto ou fungo em algumas situações pode facilmente causar danos irreversíveis e acabar com a produção inteira. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), somente com os ataques de moscas, lagartas e doenças, o Brasil perde, em média, cerca de 8% de sua produção agrícola por ano. Isso é equivalente a 25 milhões de toneladas de produtos agrícolas, acarretando prejuízo superior a R$ 55 bilhões.

 

Por isso, é essencial que o produtor se dedique ao monitoramento de pragas, além de gerir corretamente a aplicação de defensivos. Confira dicas para não errar no monitoramento.

 

1 – Não siga a “calendarização”

Isso significa que manter um calendário de aplicações em vez do monitoramento resulta em gastos desnecessários, maior impacto ambiental e perda de tecnologias.

 

2- Programação

No início da safra, o produtor deve fazer um planejamento do número de pontos a ser amostrados, a periodicidade e os níveis de ação a serem adotados.

 

3 – Leitura correta

Independentemente do método utilizado, é fundamental que o produtor faça as leituras de armadilhas ou amostragem sistematicamente obedecendo ao planejamento.

 

4- Capacitação da equipe

Os funcionários designados para o monitoramento precisam ser treinados para identificar as pragas nas diferentes fases do ciclo de vida e os danos que elas causam.

 

5 – Adoção da tecnologia

A Andef desenvolveu o aplicativo DefesaVegetal.Net que pode ser baixado em qualquer dispositivo móvel. Nele, o profissional pode consultar qualquer informação sobre pragas, mesmo que não tenha acesso à internet no meio da lavoura. O aplicativo é gratuito e está disponível para download nas lojas da Apple e Android.

 

6 – Análise rápida

Uma vez coletados os dados, o produtor deve ter um sistema que os analise rapidamente a praga e possa forneça informações sobre a necessidade de intervenção.

 

7 – Cuidado com as plantas daninhas

Ao monitorar as lavouras é preciso ficar atento também à presença de plantas daninhas, guaxas ou espontâneas, pois elas funcionam como repositórios da população de pragas.

 

* Essa é uma versão resumida da reportagem publicada na revista Farming Brasil.

 

Revista Successful Farming Brasil

Farming Brasil

Confira a reportagem completa na revista Farming Brasil, já nas bancas!

A primeira edição da revista Farming Brasil é lançada com mais de cem páginas de reportagens que contam histórias inspiradoras e tecnologias para lavouras e pastos. A edição especial engloba os mais variados assuntos para a produção de soja, milho, cana-de-açúcar, café, frutas, arroz, criação de bovinos, aves, suínos, peixes e muito mais.

As reportagens contam como melhorar a gestão de insumos, apresentam técnicas de manejo, novidades no mercado de maquinário agrícola e dicas preciosas para ajudar o agricultor e o pecuarista a lucrar mais na fazenda.

 

 

Leia mais:

Successful Farming Brasil chega às bancas

O diálogo sobre o modelo de integração de aves e suínos deve avançar

O campo brasileiro se despede da burocracia

O sonho da pulverização de precisão se tornou realidade

Agora é que são elas

O que o agronegócio americano espera com Trump?

A vez da cana transgênica

Funcionários que voam

 


Comente essa notícia.

Faça seu cadastro ou login gratuito para enviar comentários.