Cana

24ª edição da Fenasucro & Agrocana

Organização do evento pretende atrair 33 mil visitantes do Brasil e do exterior para pavilhões do Centro de Eventos Zanini

Em agosto, Sertãozinho, cidade localizada a 339 km da capital, São Paulo, é tomada por empresas e profissionais de diversas partes do mundo, em busca de soluções para os mais diversos segmentos que compõem a cadeia produtiva da cana-de-açúcar. Durante a 24ª edição da Fenasucro & Agrocana, que este ano acontece de 23 a 26 de agosto, a organização do evento pretende atrair 33 mil visitantes do Brasil e do exterior para os pavilhões do Centro de Eventos Zanini. O objetivo é apresentar as maiores inovações e soluções do segmento, oferecer palestras, congressos, seminários e estudos de diversas autoridades do planeta sobre o tema, e, dessa forma preparar os profissionais do setor para o que estão chamando de “nova era” do mercado da cana-de-açúcar.

 

De acordo com Paulo Gallo, presidente do Ceise Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis), o evento é imprescindível para os profissionais do segmento, principalmente este ano, que promete uma importante retomada do setor e que está permeado de expectativas positivas. “Muitas pessoas têm me perguntado se a Fenasucro & Agrocana continua sendo importante para quem quer fazer negócios no mercado sucroenergético, e minha resposta é um entusiasmado sim! E há boas razões para isso: apesar de todos os problemas que temos enfrentado na economia como um todo, o ano de 2016 está se mostrando como o ano do recomeço; o ano da virada de tendências no setor”, avalia.

 

Para o presidente do Ceise Br, o segmento inicia pela primeira vez em vários anos, uma safra com preços do etanol e do açúcar em patamares que permitem às usinas obterem receitas acima de seus custos de operação, com geração de caixa positivo, que irá permitir que boa parte das unidades produtoras obtenham um reequilíbrio financeiro, duramente castigado desde 2009. Entre os motivos estão o consumo de etanol, que vem crescendo a largos passos em todo o país, e a necessidade de geração de recursos por parte da PETROBRAS, que deverá manter os preços da gasolina em viés de alta, independente dos preços internacionais do petróleo.

 

“Fontes bastante confiáveis apontam para uma necessidade de manutenção da política de preços da gasolina nos padrões atuais por pelo menos cinco anos, apenas para recuperar os prejuízos operacionais da estatal nos últimos anos. Portanto, o que vemos é um cenário promissor, apontado para um futuro de retomada de investimentos, ampliação de plantas e, um pouco mais adiante, a retomada de construções de novos projetos ‘greenfield'”, afirma Gallo.

 

Arena mundial de negócios para o setor sucroenergético, tanto para compradores quanto para vendedores, o empresário acredita que a Fenasucro & Agrocana continuará com a missão de definir estratégias de negócios para as atividades do segmento, com o seu formato único, reunindo conteúdo, inovações tecnológicas, políticas governamentais, entre outras contribuições de peso.

 

Programe sua visita durante a 24ª Fenasucro & Agrocana

Reunindo todos os segmentos que compõem a cadeia produtiva da cana, a Fenasucro & Agrocana acontece neste ano de 23 a 26 de agosto em Sertãozinho, interior de São Paulo. O evento chega em 2016 à sua 24ª edição, com a proposta de apresentar as principais novidades do setor, além de fomentar a qualificação profissional e a apresentação de soluções e alternativas para melhorar a eficiência em todas as etapas do processo produtivo da cana e de seus subprodutos.

 

O evento é organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado em conjunto com o CEISE Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis).

 

Mais informações: www.fenasucro.com.br

 

Deixe seu comentário

Leia mais